Post-Seguro-Viagem Seguro de viagem: pra que serve e como contratar

Durante o planejamento de uma viagem de férias, tudo que se tem na cabeça são atrações, cidades, aluguel de carros ou passagens aéreas. Mas uma parte muito importante acaba sendo deixada de lado e ficando como último ponto de atenção: o seguro. Todas as viagens do Blog Rumo são feitas com seguro de viagem. Sempre. Não dá pra saber o que vem pela frente e muito menos o custo que uma assistência de saúde terá longe de casa. Isso sem contar como é barato ter esse tipo de cobertura. [ VEJA TAMBÉM: TUDO SOBRE ALUGUEL E SEGURO DE CARROS NOS EUA]

porquefazerseguroviagem

1. Pode ser obrigatório.

passaporte-icones-seguroviagemAlém do fator segurança, você precisa de uma apólice válida em viagens à maioria dos destinos europeus para apresentar quando chegar por lá (incluindo os países do Tratado de Schengen). Na maioria das vezes, os agentes de imigração não pedem pra ver o seguro, mas caso peçam e você não tenha, sua entrada pode estar comprometida.

2. Todo mundo pode ficar doente a qualquer momento.

doente-icones-seguroviagemCom um seguro você fica tranquilo e tem assistência caso fique doente. Funciona praticamente como um plano de saúde. Ficou doente? Entre em contato que você terá o atendimento necessário (dentro da cobertura, claro!)

3. Se dirigir, tenha.

dirigir-icones-seguroviagemSe vai alugar um carro no país de destino, as chances de precisar de assistência médica são ainda maiores. E lembre-se: em muitos países não existe assistência médica pública gratuita. É tudo pago.

4. Ninguém sabe quando vai acontecer.

repatriacao-icones-seguroviagemRepatriação funerária é uma operação extremamente dispendiosa. É terrível pensar nisso, mas infelizmente acontece e os valores para se trazer um corpo de volta ao Brasil podem chegar a 50 mil dólares.

5. Todo mundo pode escorregar.

chuva-icones-seguroviagemUm degrau, um tapete, um piso molhado. Basta um segundo de bobeira para obstáculos simples se transformarem em um acidente. Com certeza, a conta do hospital pra resolver o problema vai ficar muito mais cara que os poucos reais que você gasta pra fazer um seguro.

masantesdecontratarseguroviagem

Sabia que o seu cartão de crédito pode ter um seguro viagem grátis? A maioria das bandeiras de cartão oferecem esse tipo de seguro sem cobrar nada, desde que você pague toda a passagem aérea utilizando o cartão. Eles normalmente também oferecem um seguro para carro alugado se você também pagar tudo no cartão. Mas atenção: antes de ficar tranquilo, acesse o site do seu banco para saber se o seu cartão tem mesmo esse benefício e quais são as coberturas disponíveis. Na maioria das vezes a cobertura é básica e talvez você prefira contratar algum complemento. Se o seu destino for a Europa, é preciso pedir para que eles emitam o certificado do seguro para que você leve impresso em mãos.

mastercard-blackmastercard-platinumvisa-infinitevisa-platinum

cobertura-seguros-viagem-Letterings

Abaixo as coberturas normalmente oferecidas pelas seguradoras sérias. Os limites de cada um dos benefícios varia de acordo com o tipo de seguro que você contrata. Perceba que algumas coisas você espera não precisar nunca, mas outras como seguro de extravio de babagem, ajudam a viajar com mais tranquilidade.

  • Assistência médica por acidente ou doença: precisou ir ao médico? A conta será paga pela seguradora até o limite estabelecido no contrato. São duas possibilidades: você ser atendido por uma instituição credenciada e não ter que pagar nada na hora ou ir, pagar a conta e ser reembolsado na sequência.
  • Assistência médica por doenças pré-existentes: doenças pré existentes normalmente tem cobertura reduzida. Estas são as doenças que você provavelmente já tinha antes da viagem. As seguradoras fazem isso para evitar que pessoas contratem o seguro para fazer tratamento de saúde gratuito no exterior. Faz sentido. O seguro é para emergências e não para tratamento de saúde.
  • Invalidez permanente total por acidente: caso aconteça invalidez durante a viagem, tem uma indenização para o segurado de acordo com o valor do contrato.
  • Morte acidental: a família recebe o valor estipulado caso ocorra a morte durante a viagem.
  • Cancelamento, interrupção ou extensão de viagem: todos os ‘prejuízos’ causados por alterações são cobertos pelo seguro. Confira as condições no contrato, sempre!
  • Seguro bagagem: a babagem sumiu? Desapareceu? O seguro tem um valor em dinheiro pra te ressarcir. Algumas seguradoras até te premiam caso a bagagem demore a aparecer. Se sua mala chegar só no dia seguinte, você tem dinheiro suficiente pra comprar algumas roupas até que tudo se resolva.
  • Acompanhamento de menores: a seguradora acompanha seu filho menor de idade. Normalmente o serviço está disponível apenas para a classe econômica.
  • Adiantamento de fiança: se alguma coisa der errado e você precisar pagar uma fiança, o seguro te adianta o dinheiro. Mas lembre-se que a seguradora não está pagando a fiança, apenas te emprestando o dinheiro.
  • Adiantamento de fundos em caso de roubo ou extravio de cartão de crédito/débito: o mesmo caso da cobertura da fiança. A seguradora vai te emprestar o dinheiro até você se organizar. Veja no contrato as condições e as instruções para pagamento desse adiantamento.
  • Adiantamento para assistência jurídica: o mesmo caso das últimas duas situações. Você vai ter um advogado trabalhando pra você, independente se pode pagar na hora ou depois.
  • Assistência farmacêutica: cobertura de remédios utilizados durante algum tratamento imprescindível. Normalmente não inclui remédios de uso contínuo.
  • Assistência funeral e repatriação funerária: a seguradora vai te ajudar com tudo, caso precise.
  • Assistência odontológica: dente quebrado, dor de dente ou qualquer outro problema que um dentista possa resolver, o seguro cobre de acordo com o valor contratado. E saiba de uma coisa: dentista fora do Brasil custa muito caro.
  • Garantia de viagem de regresso: pode ficar tranquilo que você vai voltar pra casa. Normalmente oferecem apenas o serviço de classe econômica.
  • Hospedagem após alta hospitalar: o seguro paga algumas diárias de hotel pra você e um acompanhante após a saída do hospital. A quantidade de dias muda de uma apólice para outra, mas gira sempre em torno de 5 dias.
  • Retorno após alta médica: a seguradora cuida do seu regresso e de seus familiares após o tratamento.
  • Visita ao cliente hospitalizado: você viajou sozinho e acabou internado num hospital por vários dias? A seguradora vai levar até você alguém para te acompanhar. Com as despesas pagas.
  • Regresso antecipado em caso de falecimento de parente ou sinistro grave na residência do segurado: se você estiver viajando e precisar voltar ao Brasil com urgência, a seguradora cuida das despesas para sua volta antecipada.
  • Remoção médica: quebrou a perna numa cidade e precisa ir pra outra continuar o tratamento? O seguro cobre esse traslado.

qual-seguradora-contratar

Se resolveu contratar o seguro, entenda primeiro a diferença entre seguradora e corretora de seguros:

  1. SEGURADORA: é quem efetivamente garante sua viagem. As despesas cobertas pelo seguro são pagas por ela. É quem presta o serviço.
  2. CORRETORA DE SEGUROS: é quem vende o seguro. Como um representante comercial, um vendedor comissionado. Neste caso esse papel também pode ser feito por uma agência de viagens.

Ou seja: você pode estar no site de uma empresa desconhecida comprando um seguro de uma seguradora que você já ouviu falar, tipo a Sul América ou Bradesco, por exemplo. O Blog Rumo já utilizou os serviços das seguintes seguradoras:

  1. Assist Card: especializada em seguros de viagem. É uma empresa suíça que trabalha com seguros de viagens desde 1972.
  2. Mondial Assistance: outra gigante multinacional. Tem cobertura no mundo todo.
  3. Allianz Global Assistance: faz parte da Allianz, a maior seguradora do mundo. É alemã e existe desde 1890.

Mas a gente também já comprou seguro em agência de viagens . Sempre indicamos a Mundo Afora Viagens, que representa grandes seguradoras:

  1. Mundo Afora Viagens: +55 (34) 3236 7800

É isso, pessoal. Viajar é sempre bom, viajar sem preocupação é melhor ainda! Boa viagem!

Deixe aqui seu comentário