edimburgo Scotland: Glasgow and Edinburgh

Este post é do tempo em que o Blog Rumo era um blog pessoal, feito para mostrar minha vida na Europa pros amigos no Brasil.

No último final de semana concluí que fiz mesmo um bom negócio vindo pra Irlanda. Estar no país europeu famoso pelas companhias aéreas de baixo custo é o canal. Sempre encontramos passagens aéreas com precos inacreditáveis, que chegam a 1 centavo por trecho.

Pois bem, no último final de semana, que foi prolongado pelo Halloween, coloquei as tralhas na mochila e fui com Alejandro, um dos amigos q moram no mesmo flat, pra Escócia. Foi um giro rápido de 2 dias e meio, mas que valeu pra conhecer uma pequena parte de um novo país. A escolha foi obviamente as duas maiores cidades de lá: Glasgow e Edinburgh. Depois de termos comprado os tickets aéreos pra Glasgow descobrimos que tratava-se de uma péssima cidade para turismo, o que é a mais pura verdade. Voce ja ouviu falar de centro de informacao turística que se fecha aos domingos? O de lá se fecha! Me fez lembrar aquela piada de restaurante portugues que “fecha na hora do almoco”. Me ajuda né? Passamos um mal bocado, porque nao sabíamos exatamente pra onde ir. Mas acabamos indo a 2 museus que nao vou esquecer tao cedo. O Kelvingrove Art Gallery and Museum e o Museum of Transport. Um com uma colecao muito bacana de história natural, pinturas italianas e tudo aquilo que a gente ve muito na Europa, o outro uma colecao incrível de meios de transporte terrestres. Desde os antigos bondes usados em Glasgow no início do século passado até as camp-vans americanas.

Na segunda de Halloween fomos de trem pra capital da Escócia, Edinburgh. Essa sim é uma senhora cidade pra se conhecer. Feita para os turistas e com milhares de atracoes, todas bem concentradas na cidade antiga. A cidade tem um centro de informacoes turísticas que é show de bola. Foi bem mais tranquilo e bem mais escoces o passeio. A cidade é famosa por ser mal assombrada e ser a cidade onde fica a residencia da Rainha na Escócia: “The Palace os Holyroodhouse”. Um senhor palácio, onde podemos visitar os aposentos reais e conhecer todo o protocolo que alguém se presta ao ter uma audiencia com a Vossa Magestade. É beeeem doido. Mas o que mais chama a atencao sao as ruínas de uma catedral, que ficam anexas ao Palácio. A igreja foi destruída durante a repressao contra os católicos no Reino Unido. O resultado é uma locacao perfeita para filmes de guerra. Sensacional.

Bem, a impressao que eu tive da Escócia foi muito bacana. Um país que tem cabines telefonicas e taxis iguais aos de Londres, palácios interessantes, arquitetura velharia de tirar o chapéu, mas que infelizmente ainda tem lugares nao preparados para receber turistas. Glasgow foi a primeira cidade que fui onde taxista grita com passageiro. Uma verdadeira lama. Ah, e se voce está pensando em ir pra lá, se prepara! O sotaque escoces é uma missao quase impossível de se desvendar. Eu nao entendi quase nada.

Bom, chega de escrever. Vamos as fotos.

Deixe aqui seu comentário