ar-uru-11 Roteiro Argentina e Uruguai: de Buenos Aires a Punta

Com o princípio de que milha boa é milha gasta, todos os anos chega a hora de dar umas voltas sem pagar nada. Saindo do Brasil, um dos destinos internacionais mais fáceis de se chegar com milhas é Buenos Aires. O quintal brasileiro na América do Sul é, sem dúvida, um bom destino. Mas por que ir só pra capital argentina se você tem uma viagem ainda melhor esperando por você? Esse post é pra dar um pimp nas suas férias dividindo elas entre Argentina e Uruguai. O roteiro é a minha última viagem de aniversário e que uniu o agito de Buenos Aires com a pacata Colônia del Sacramento e Punta del Este. Ele é um roteiro que mostra uma visão geral das cidades visitadas, se quiser mais detalhes de Buenos Aires, tem ainda mais coisa aqui no Rumo. Lembrando que seus tickets de avião devem ser com a ida para Buenos Aires e a volta saindo de Montevidéu.

ar-uru-2

BUENOS AIRES / ARGENTINA: 2 NOITES

A cidade já foi mais limpa e bem cuidada, mas continua sendo um destino bastante interessante pra quem mora no Brasil. Aqui uma sugestão de como dividir seus dias por lá, lembrando que como são apenas dois dias já estamos contando o dia da chegada como dia ‘útil’.

DIA 1: ÁREA CENTRAL + PUERTO MADERO


No primeiro dia, vá até a região central conhecer os principais ícones da cidade (Casa Rosada, Obelisco, Senado, Calle de Mayo, Calle Florida, Galerias Pacifico). A noite, escolha um dos restaurantes de Puerto Madero. Eu recomendo muito as pastas do mediterrâneo La Parolaccia (Av Alicia Moreau de Justo 1052 Puerto Madero Tel +54 11 4783-0200).

DIA 2: RECOLETA + SAN TELMO + BOCA

O segundo dia você pode começar com uma volta na Recoleta, visitando o Cemitério de La Recoleta e o Bs. As. Design. Aos domingos, em San Telmo, tem a feirinha de antiguidades que é um hit na Plaza Dorrego. Na parte da tarde, pegue um táxi e vá para La Boca para dar uma olhada nas casinhas coloridas e no estádio de La Bombonera. Depois de um par de horas no bairro, prepare-se para um show de tango nessa que já será sua segunda noite portenha. O terceiro dia é para se preparar para a fuga para o Uruguai.

Veja aqui: As top 10 atrações de Buenos Aires segundo o Rumo ao Desconhecido.
Dica de hotel: D’Artist Hotel

ar-uru-3

COLÔNIA DEL SACRAMENTO / URUGUAI: 1 NOITE

A ida de Buenos Aires para o Uruguai se dá de barco. Existem linhas muito confortáveis e seguras saindo diariamente de Puerto Madero e desembarcando direto em Colônia del Sacramento. A viagem pelo Rio de la Plata é bem gostosa de se fazer em dias de sol e a chegada na cidade só confirma que você fez bem em ir pra lá.

Colônia é uma cidadezinha bem pequena. Ali vivem apenas 25 mil habitantes em uma vibe em que parece que o tempo parou. A cidade velha preserva construções coloniais, ruas de pedra e muralhas que são a cara do lugar. Para conhecer melhor a região, alugue uma bicicleta e saia pedalando pelo centro histórico, orla nova e centro. Tenho certeza que o clima da cidade vai te agradar muito. Trocar o barulho e confusão de uma metrópole como Buenos Aires pela paz e tranquilidade dessa cidadezinha não tem preço. A noite, escolha um dos inúmeros restaurantes charmosos da cidade e prepare-se, o próximo dia tem pé na estrada.

Dica de hotel: Pousada El Viajero
Barco Buenos Aires / Colônia: Buquebus

ar-uru-4

PUNTA DEL ESTE / URUGUAI: 4 noites

Punta está separada de Colônia por 310 km, sem vôos entre as duas cidades, a viagem por terra é a saída. Você pode alugar um carro e ir direto de uma cidade a outra, mas  pode economizar muito se optar por alugar o carro 185 km adiante, em Montevidéu, que fica praticamente no meio do caminho. A dica é pegar um ônibus em Colônia para a capital e a partir de lá seguir de carro até Punta del Este. Pode parecer um super esforço a história do ônibus, mas saiba que não! O que pegamos de Colônia para Montevidéu era muito confortável, com internet wifi grátis, ar condicionado e paisagens muito bacanas pela janela. Pegue o ônibus em Colônia, desça no terminal de Montevidéu e pegue um taxi até a locadora de veículos. Lembre-se que, mesmo com as rodovias do Uruguai estando em excelente estado e quase sempre duplicadas e sinalizadas, viajar com um GPS ou celular com internet vai te salvar de roubadas sérias.

Ao chegar ao balneário mais famoso do Uruguai, você pode se deparar com duas cidades diferentes. Se for no verão, muito agito e badalação, se for fora, vai ver uma cidade em paz. Quase deserta. Chegamos lá no início do verão. Isso quer dizer que parte dos restaurantes estava aberta, mas a cidade ainda não estava fervendo. Era o meio termo que estávamos procurando e adoramos.

Ficar hospedado na área central é uma boa escolha por ficar próximo de tudo, mas no nosso caso a escolha foi por um golf resort mais afastado. O hotel fica em frente a um lago perdido em uma floresta típica do sul. Tudo que se ouve a noite são os sapos coachando e pela manhã recebíamos visitas de esquilos. O Hotel del Lago não é um empreendimento novo, mas ainda preserva as qualidades de um 5 estrelas. Oferece aulas de golf e tênis, tem um spa bastante decente e duas piscinas, uma aberta com bar molhado e outra aquecida com cobertura de vidro. É uma delícia.

DIA 1: ACOMODAR-SE NO HOTEL + JANTAR NA CIDADE

Depois de um dia de estrada, a sugestão é chegar em Punta, se acomodar no hotel e  preparar os ânimos para a noite. A cidade tem alguns bons restaurantes. Experimente o Lo de Tere (Rambla del Puerto y calle 21) e seus frutos do mar.

DIA 2: PUNTA BALLENA / CASAPUEBLO + LOS DEDOS

A lista de atrações de Punta são tão varidas quanto o tipo de gente que visita a cidade. Mas a dica pra começar o segundo dia é uma visita a um dos mais famosos lugares do Uruguai, a Casapueblo. Construida em 1960 pelo artista Carlos Páes Vilaró, é hoje um complexo com museu, galeria de arte e até mesmo um hotel. A visita é interessante para apreciar a bela vista, o tipo de construção e os trabalhos de Vilaró que estão expostos por lá. Na parte da tarde, continue dirigindo até o centro para visitar outro ponto turístico famoso, o Monumento al Ahogado (los dedos). É nessa parte, próximo a marina, que estão outros badalados restaurantes e bares. Se está na cidade no verão e estiver atrás de gente, pode ficar tranquilo que você chegou ao lugar certo.

DIA 3: AULA DE GOLF + PISCINA

Você pode separar seu terceiro dia para uma manhã de aula de golf no resort, seguida de sol na piscina aberta. Para o almoço, pense em um dos inúmeros restaurantes de campo de Punta, a galera do Despemperados sugere o Narbona Lo de Miguel. A noite, rume novamente à cidade para uma noite de jogatina no cassino do Conrad.

DIA 4: CAMPO + CIDADE

Os últimos dias, divida entre as amenidades do hotel com atrações da cidade. O clima calmo do campo junto ao badalo da cidade farão você entrar em um ciclo de cansa-descansa que vai resultar em uma viagem cheia de história pra contar e ainda assim relaxante.

DIA 5: VOLTA PRA CASA

Ao fim dos dias de férias, o destino é o aeroporto de Montevidéu. Combine com a locadora de veículos para devolver ali o carro, assim você evita o trabalho de entrar na cidade apenas pra fazer essa devolução.

Dica de hotel: Hotel del Lago
Locadora de carro: Sixt
Mais restaurantes: Destemperados

Essa é uma sugestão para deixar sua viagem de férias com cara de duas. Uma excelente forma de conhecer dois países que são uma delícia. Boa viagem!

Por_Henrique

Deixe aqui seu comentário