ba-1 Os Top 10 de BUENOS AIRES são mesmo nota 10?
Buenos Aires é o principal destino dos brasileiros quando viajam ao exterior. Quem já foi sabe que vai encontrar um brasileiro a cada dez passos. Todo mundo que procura informação na internet, acaba sempre encontrando as mesmas top 10 atrações da cidade. Mas será que todos estes top 10 valem a visita? É aí que eu quero te ajudar com reviews sobre cada um deles. Fui ao site Buenos Aires For You e peguei as oito primeiras atrações “obrigatórias”, coloquei mais duas e resolvi comentar cada uma delas de acordo com minha experiência de forma rápida e simples. Vamos lá?

1 – PALERMO

ba-2

É um bairro gigantesco dividido em algumas zonas: Palermo Soho, Palermo Viejo e Palermo Hollywood. O bairro todo é uma delícia pra se caminhar, sair a noite e fazer compras. Em tempos frios, você vai se sentir na Europa. Tem vida noturna bacana, mas você não vai encontrar grandes concentrações de baladas, elas são mais espalhadas. É melhor se informar de onde ir antes de despencar no bairro. Ali estão os melhores outlets da cidade, um sucesso para comprar roupas com preços bacanas. As duas atrações turísticas faladas são o Jardim Botânico e os Bosques de Palermo. Acredite, as lojas são mais divertidas.

VALE A VISITA? Para compras, não tem lugar melhor.

2 – PUERTO MADERO

ba-3

O cantor argentino Kevin Johansen define bem o que é a região famosa da cidade: “Os que são de fora, querem ficar. Os que são daqui, fugir”. A região é basicamente para turistas. Os portenhos frequentam o lugar simplesmente para trabalhar. Não que isso seja um problema, ali estão excelentes restaurantes e algumas atrações que valem a pena. A ‘Ponte da Mulher’ pede uma foto e o museu Fragata Sarmiento é legal por ser instalado dentro de uma embarcação. Se tem um pouco mais pra gastar, vá jantar pelo menos uma noite lá. Tem muita comida boa e restaurantes de alto nível com preços melhores que no Brasil.

VALE A VISITA? Sim! Mas se estiver sem grana, prefira um passeio de dia. A noite por lá é mais interessante nos restaurantes.

3 – LA BOCA

ba-4

É um bairro interessante de ser visitado. O Caminito é a rua mais famosa, com as casas coloridas e etc. Mas o bairro oferece mais do que boas fotos, ele tem uma cara real da cidade. A região não é exatamente a mais rica, você vai se deparar com mercadinhos, gente de verdade na rua e cortiços em algumas esquinas. Vale a pena uma fuga do circuito turístico oficial pra sentir a cidade. Mas cuidado, o bairro não chega a ser perigoso, mas é preciso ficar atento com pequenos assaltos. Os amantes do futebol precisam conhecer o estádio ‘La Bombonera’ em um tour guiado e depois dar uma olhada no museu do Boca Juniors.

VALE A VISITA? É obrigatório, mas vá além das ruas coloridas e do estádio.

4 – SAN TELMO

ba-5

Este aqui é um dos meus bairros preferidos na cidade. Apesar de ter seu lado turistão, muitas descobertas podem ser feitas. É o bairro mais antigo da cidade e já foi morada de gente muito rica no século XIX. Os abastados deixaram construções lindas que dão a vibe característica da região. Ali você vai se deparar com igrejas católicas bem bacanas, tem uma feirinha de antiguidades na Praça Dorrego todos os domingos que é uma muvuca excelente. Experimente o clima de boteco antigo do Bar Dorrego, que fica numa das esquinas da praça. Em San Telmo também está a Igreja Ortodoxa Russa, que pede uma espiadinha.

VALE A VISITA? Sim! Aproveite de dia e a noite procure restaurantes na região, tem preço bom e você experimenta comida argentina de verdade.

5 – MICROCENTRO

ba-6

Provavelmente este é o lugar onde você vai estar hospedado. A região é bonita, tem a Calle Florida, Corrientes, Obelisco, Avenida de Mayo e mais uma infinidade de atrações. Impossível não conhecer. Você vai estar lá o tempo todo. Uma dica é ir ao Café Tortoni ver um tango. É clichê e turistão, mas é legal porque é um show de tango mais de raiz, sem fogos de artifício ou grandes produções.

VALE A VISITA? Você não tem como não estar lá, portanto vai saber por si mesmo que é bem legal.

6 – PLAZA DE MAYO

ba-7

Ir a Buenos Aires e não ir a Plaza de Mayo é ir a Paris e não ver a Torre Eiffel. Tem bastante coisa bonita pra ver: a Casa Rosada (que oferece visitas guiadas, pode fazer!), Cabildo (primeira sede de governo na cidade, vá se tiver tempo), Catedral Metropolitana (pode ir!) e mais alguns lindos prédios que merecem foto.

VALE A VISITA? Se for a primeira vez na cidade, vale a pena. Depois perde a graça.

7 – RECOLETA

ba-8

É um bairro bem bonito. Tem construções de tirar o fôlego, ali ficam alguns dos prédios da universidade, o shopping Design Center, a floralis genérica (a flor metálica) e o Centro Cultural da Recoleta. O destaque fica com o Cemitério da Recoleta. Parece um passeio bizarro, mas ir ao cemitério é legal.

VALE A VISITA? Sim, vá ao Cemitério. Mas não perca muito tempo.

8 - CONGRESSO

ba-9

Pode fazer o tour guiado, mas só se estiver interessado em conhecer o congresso argentino por dentro. Acho que é até interessante, mas não precisa perder muito tempo. Se quiser uma foto típica e só, corre lá, clica de fora e vá fazer algo mais interessante, tipo compras em Palermo.

VALE A VISITA? Talvez não.

9 – SHOWS DE TANGO

ba-10

Os grandes shows são produções a la Broadway. Não remetem a realidade do Tango argentino. É um tipo de atração feita para gringo rir e pagar caro. Sabe show de mulatas no Rio que só dá gringo e custa caro? Estes mega shows tangueiros são a mesma coisa. Eu prefiro os pequenos shows como os do Café Tortoni (mas lembre-se de reservar mesa e escolher o salão do subsolo).

VALE A VISITA? As grandes produções são pasteurizadas. Pode ser boa pra alguns, eu prefiro o mais tradicional.

10 – LINHA A DO METRÔ

ba-11

É a primeira linha de metrô da América Latina e continua quase igual desde quando foi inaugurada. Recheada de estações antigas e vagões de época.

VALE A VISITA? É bem divertido! Pouca gente acaba conhecendo, eu recomendo.

*Buenos Aires é um destino que gosto muito. Barato, divertido e bem interessante. A dica é escolher as épocas frias para visitar a cidade.

Deixe aqui seu comentário