Post_Edimburgo_Glasgow Edimburgo ou Glasgow, pra onde ir na Escócia?

Se você decidiu que vai colocar os pés na Escócia, aposto que a ideia surgiu como um apêndice de outra viagem. Certo? Conto nos dedos quem saiu de casa com o plano de desbravar o quintal da Rainha Elizabeth. Mas se você é um desses que resolveu ir até lá, pode saber que a aposta foi boa e você deve sair ganhando.

A minha experiência com a Escócia foi do tipo oportunidade. Fui parar lá pelo preço das passagens, que estava realmente tentador. E é na hora de comprar as passagens que vem a dúvida: Glasgow ou Edimburgo?

As chances de encontrar passagens baratas pra Glasgow são maiores, mas vamos entender o perfil das duas cidades pra você saber o que fazer. Antes de mais nada, saiba que dá pra aproveitar as duas – de formas distintas, mas dá.

Glasgow_Edimburgo_1

É a maior cidade da Escócia, destino certo para negócios. A vibe é mais corrida, trânsito pesado e gente mais cosmopolita. Não é à toa que é a capital escocesa do rock’n roll – hello Glasvegas!

Por ter essa pegada de cidade de negócios, eu diria que Glasgow é a São Paulo, Milão ou Frankfurt da Escócia. Tem como turistar? Tem. Mas tem cidades mais interessantes pra gastar seu tempo.

Se você gosta de uma grande cidade, provavelmente vai gostar de Glasgow. Ela tem tudo  o que se espera de uma cidade assim. Bons restaurantes, cafés, ruas de compras e museus. Falando neles, procure conhecer Kelvingrove Art Gallery and Museum e o Museu dos Transportes. Uma passada pelo Glasgow Green vale a pena também. E só. Melhor começar a pensar como será a fuga pra Edimburgo.

Glasgow_Edimburgo_2

A capital da Escócia é uma cidade menor que Glasgow, e isso significa uma cidade mais calma e gostosa de ser explorada. Hoje, depois de ter visitado as duas, não me restam dúvidas que Edimburgo é melhor destino. A cidade é mais preparada para receber, as atrações são mais consistentes e a vibe é ótima. Ela é dividida em duas partes, a Cidade Velha e a Cidade Nova. As minhas atrações preferidas foram

  • * Castelo de Edimburgo – que fica bem ao alto e pode ser visto de vários pontos da cidade, durante a visita é possível ver as jóias da coroa.
  • * Holyrood Palace – a residência oficial da monarquia Britânica na Escócia, ali a Rainha Elizabeth passou a infância. A visita é linda e vale muito a pena.
  • * Além deles, existe ainda o Museu Real da Escócia, Catedral de Santo Egídio, Real Jardim Botânico, Parlamento, Galeria Nacional e mais.

conclusao

Se a passagem pra Glasgow estiver com preço tentador, compre. Passe um dia explorando a cidade e parta para Edimburgo de trem. Em uma hora e meia você chega até a capital. O tempo ideal? Eu colocaria um dia pra Glasgow e mais três ou quatro pra Edimburgo. Aos amantes de Glasgow, minhas desculpas. Gostei da cidade e até moraria lá, mas enquanto destino turístico, é como comparar Brasília ao Rio de Janeiro.

Boa viagem!

Deixe aqui seu comentário